Posts Tagged ‘The Beatles

23
maio
09

Paul Is Dead?

resenhafilipeuw1

Beatle foi substituído por um sósia após acidente de trânsito

Beatle foi substituído por um sósia após acidente de trânsito, em 1966

Paul está morto?! Pois é. São inúmeros os indícios que dão conta de que o eterno Beatle já passou desta para uma melhor. Uma verdadeira lenda urbana, que nunca será comprovada, porque, na verdade, trata-se de uma grande brincadeira. Os integrantes do conjunto nunca admitiram qualquer tipo de envolvimento ou colaboração com o  boato, mas é provável que tenham aderido à traquinagem.

Tudo começou em 1966. Logo após o lançamento do álbum Revolver, os Beatles pararam de excursionar durante um breve período em razão da complexidade de transposição das músicas do estúdio para o ao vivo. Isso, aliado a um acidente de moto sofrido por Paul, despertou a criatividade do público, que começou a buscar uma explicação para o “sumiço” temporário do baixista da banda. Esse acidente lhe rendeu um dente quebrado e uma cicatriz no lábio, que carrega até hoje e pode ser vista com clareza nos videoclipes de Paperback Writer e Rain. Segundo diz a lenda, ele teria furado um cruzamento e colidido contra um carro no dia 9 de novembro de 66. Daí veio a história de um concurso de sósias para substituir o músico em suas funções, e, posteriormente, os produtores começaram a soltar pistas sobre a morte do músico. O escolhido? Um sujeito chamado Billy Shears.

Principais indícios da morte de Paul McCartney:

Primeira capa de disco desenhada

Primeira capa de disco desenhada

Revolver (1966): O disco foi lançado antes do suposto acontecimento, mas mesmo assim entrou para o hall de pistas sobre a morte de Paul. Trata-se da primeira capa de um disco dos Beatles desenhada; isso teria sido pensado para que o público não reconhecesse o sósia. Também há uma mão aberta em cima de sua cabeça, sinal de benção aos mortos em diversas culturas. Esse símbolo seria repetido em inúmeras oportunidades, reforçando cada vez mais a lenda, como por exemplo na capa de Yellow Submarine. Nas letras, os indícios que chamam mais atenção estão nas músicas Eleanor Rigby, Dr. Robert e She Said She Said.

Em Eleanor Rigby, a figura do Father McKenzie seria na realidade Paul McCartney, pela semelhança entre os sobrenomes. Reparem na letra: “Father McKenzie wiping the dirt from his hands as he walks from the grave“. Traduzindo para o bom e velho português: “padre McKenzie limpando a sujeira de suas mãos após sair do túmulo”.

Já em Dr. Robert: “He does everything he can, Dr. Robert“, ou melhor, “Dr Robert faz de tudo o que pode (para salvar a vida de Paul)”. Ao que consta, Dr. Robert seria o médico que atendeu o britânico após o acidente automotivo.

Por fim, She Said She Said: she said I know what it’s like to be dead” ou “ela disse que eu sei como é estar morto”.

A capa mais emplemática da banda

A capa mais emblemática da banda

Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band (1967): Frequentemente citado como o mais influente álbum de rock da história, Sgt. Peppers tem uma capa emblemática e cheia de conteúdos “suspeitos”, por assim dizer, e que representa o próprio funeral de Paul McCartney. Mais uma vez, aparece uma mão fazendo uma benção à morte sobre o músico. No chão, há um arranjo de flores formando um baixo semelhante ao que o britânico toca e virado para a esquerda, uma vez que ele é canhoto. Ao lado, há uma estatueta de Shiva, a deusa hindu da morte que aponta diretamente para o Beatle morto. Na foto da contracapa do álbum, todos estão virados para frente, com exceção de quem? Paul.

Imagem

Imagem espelhada do bumbo de Ringo Starr

No bumbo de Ringo Starr, se espelharmos horizontalmente cortando a frase “Lonely Hearts”, é possível ler “one he die” fazendo mais uma referência à morte do baixista do conjunto.

Na letra de Sgt. Peppers, “so let me introduce to you the one and only Billy Shears“. Ou seja, “permitam-me apresentar o primeiro e único Billy Shears”, sósia de Paul.

Na letra de A Day In The Life há algumas pistas bem claras: “He blew his mind out in a car, he didn’t notice that the lights had changed“. Para o português: “ele estourou sua cabeça em um carro, ele não notou que as luzes haviam mudado”.  Outro fragmento: “A crowd of people stood and stared they’d seen his face before, nobody was really sure if he was” -> “Uma multidão parou e assistiu, eles haviam visto seu rosto antes, ninguém tinha certeza se ele era”.

Paul descalço e placa do fusca são sinais

Paul descalço e placa do fusca são sinais da morte do Beatle

Abbey Road (1969): O penúltimo disco dos Beatles, que tornou famoso o estúdio da Rua Abbey, em Londres. Paul McCartney é o único integrante da banda a andar descalço (os mortos costumam ser sepultados sem sapatos), com a passada trocada e olhos fechados. À esquerda, há um Fusca amarelo com a placa “281F”, que significa que ele teria 28 anos se (if) estivesse vivo no ano do lançamento do álbum. Além disso, há um outro carro estacionado, de cor preta, de um modelo usado para funerais. Outro indício que gera discussão é o fato do Beatle estar com um cigarro na mão direita, o que seria uma prova de que trata-se de um sósia, já que ele é canhoto.

Na letra de Come Together John canta: “one and one and one is three“, ou seja, três Beatles restantes.

Há mais centenas de pistas que dão conta da morte de Paul McCartney – muitas delas malucas e fruto da imaginação dos fãs da banda, outras são um tanto quanto untitleddescaradas – que mostram claramente que os integrantes do conjunto entraram no espírito da brincadeira e encontraram uma maneira de promover seus discos. Fato é que, vivo ou morto, Paul McCartney continua batendo recordes de vendas de ingressos em seus shows pouco acessíveis a nós, reles mortais.

Anúncios



agosto 2018
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Visitas

  • 116.741 rock'n roll fans
Anúncios