Posts Tagged ‘Garbage

30
jun
09

The Gossip e o poder feminino

Há dez anos formado, mas super popular há não tanto tempo assim, o trio norte-americano Gossip é uma banda que tem a energia das pistas, a simplicidade do punk, a popularidade do hype e a atitude, ah, a atituuude de Beth Ditto. Como a mistura de uma Amy Winehouse com Preta Gil, conheça a vocalista do Gossip:

Lésbica declarada, não se depila nem usa desodorante, não tem vergonha de seu peso (e de mais nada, me arrisco a dizer), vive cuspindo xingamentos ao governo, que não aceita o casamento gay, às lojas de roupas, que dificilmente projetam peças para pequenas moças de 95 quilos como ela, afirma já ter comido esquilos no Arkansas e provocou reações (positivas, negativas, vai saber) ao posar para a capa da revista New Musical Express deste jeito aqui:

Beth não é gostosa feito Shirley Manson (Garbage), mas despontou na seleção das mais sexys do ano da NME, e ganhou o ouro pela mesma revista na lista das pessoas mais fantásticas do rock. Oh God, o mundo está perdido? Não! O mundo agora é dos feinhos e, pasmem, das mulheres!! Madonna está aí para substituir o posto de estrela mais polêmica-famosa-excepcional de todos os tempos, agora que Michael Jackson finalmente descansa em paz, e cada vez mais fenômenos femininos como Susan Boyle darão o ar de sua graça. Duvida?

Ouça Gossip aquiPLAY

Na realidade, não importa. No quesito musical, digo a você que Gossip é muito bom, seja para meninos ou meninas, feinhos ou gatões. Um ritmo frenético a la Arctic Monkeys é lembrado em guitarras cheias de energia, com toques de soul, um swing que provoca espasmos involuntários no corpo, e nas românticas (Coal to Diamonds e Are you That Somebody?) é possível notar que a dona da voz gritada e esganiçada também tem coração. Com certeza você já ouviu nas pistas mais moderninhas o hit “Standing in the Way of Control”. É contagiante. É inovador. É rock, meu bem.

 

Ouça também…

Mallu Magalhães – com seu leãozinho na capa, seus tchubarubas, sua voz de neném, o folk, o namoro com o barbudo, o banjo. Presencie o nascimento da menina no rock, sem aquele preconceito de quem não conseguiu fazer música a vida inteira e, no fundo, inveja o sucesso da pobre coitada. 
Definição: uma gracinha
Indicadas: You know you’ve got, Town of Rock’n Roll, Vanguart

 

Garbage – a banda que, no momento certo – e com o bateirista certo (Butch Vig produziu CDs de Smashing Pumpkins, U2 e… aquele tal de Neverminds, do Nirvana), resolveu misturar o grunge com o eletrônico para dar vida a temas como a sexualidade, as drogas, o amor, a paranóia. De letras pessoais com as quais a mulherada se identifica e muito, já arrebatou disco de platina e a participação de Dave Ghrol em “Bad Boyfriend” – precisa de mais alguma coisa para ocupar o topo dos hinos femininos?
Definição: garotos não prestam
Indicadas: Boys Wanna Fight, Cherry Lips, Why don’t you Come Over

 

Ladytron – o grupo tem duas vocais femininas e vestiu seu rock de electro, sua eletrônica de rock – sem vergonha. Eles também adoram o Brasil (o bateirista/tecladista/produtor da banda, Daniel Hunt, namora com uma brasileira e fez turnê abrindo os shows do Cansei de Ser Sexy), são o resultado da globalização em sua junção de dois ingleses com uma escocesa e uma búlgara, e tiveram seus hits empolgando desfiles de moda e comerciais da Levi’s. Definição: dance, dance, dance!
Indicadas: Destroy everything you touch, Playgirl, Sugar.

 

Pato Fua banda brasileira baseou seu nome na tirinha do Garfield, manteve seu visual esquisito intacto mesmo após o sucesso tão temido pelos fãs esquisitos (hit usado em novela global e topo das paradas na MTV). Mistura como ninguém a suavidade da voz de Fernanda Takai com experimentalismos futuristas e regressões ao tropicalismo (como no cover de “Ando meio Desligado”). Letras românticas e incompreendidas com um bom instrumental.
Definição: ah, me abraça, vai
Indicadas: Estudar pra quê?,  Uh uh uh La la la Yeah Yeah, Eu.


Ouça todas elas aqui 
PLAY

Acompanhe as principais novidades do rock’n roll train também no twitter. Siga!

Anúncios
07
mar
09

Homenagem às mulheres

sugestesbrunohx61

Como todos devem saber, o Dia Internacional da Mulher é mundialmente comemorado em 8 de Março. A festividade celebra os direitos conquistados pela mulher ao longo dos anos. Essa idéia teve início na virada do Século XX, quando as empregadas em fábricas iniciaram uma série de protestos acerca dos péssimos salários e também das más condições de trabalho.

Na história da música, muitos nomes femininos obtiveram destaque e fazem muito sucesso até hoje. Desta maneira, o Rock n’ Roll Train seleciona alguns desses nomes e coloca em evidência para homenagear este grande dia.

5º Dolores O’Riordan (The Cranberries)

A banda irlandesa The Cranberries fez grande sucesso na década de 1990 – até o seu término em 2003. Dos quatro integrantes da banda, apenas uma mulher – Dolores O’Riordan, vocalista e pilar principal do conjunto. Dentre as músicas de sucesso estão clássicos como Zombie, Stars, Linger e Salvation.

4º Shirley Manson (Garbage)

Assim como o Cranberries, o Garbage é um quarteto formado por três homens e uma mulher – a exótica Shirley Manson. Criada no início da década de 1990 e em atividade até hoje, o Garbage é um dos principais ícones do rock alternativo. I Think I’m Paranoid, Cherry Lips, Only Happy When It Rains e Why Do You Love Me? se destacam na discografia.

3º The Donnas

A banda formada em 1997 está em atividade até hoje; no entanto, ainda são pouco conhecidas em solo brasileiro – embora já tenham feito dois shows por aqui. Entre as já citadas, as Donnas – como são conhecidas – é a única banda que é formada apenas por mulheres; são elas: Brett Anderson (Vocal), Allison Robertson (Guitarra), Maya Ford (Baixo) e Torry Castellano (Bateria). Fazem parte da discografia sucessos como: 40 Boys In 40 Nights, Don’t Brake Me Down, Backstage, Fall Behind Me, Gold Medal e Take It Off.

2º Joan Jett

Ao lado de Janis Joplin, Joan Jett é indiscutivelmente um dos principais nomes da história do rock feminino. Em atividade desde 1975 e atualmente com 50 anos, a guitarrista ainda é espelho para muitas que almejam sucesso na carreira. Algumas músicas como Bad Reputation, I Love Rock’n Roll, Do You Wanna Touch Me e Don’t Surrender se destacam entre os seus inúmeros sucessos.

1º Janis Joplin

É praticamente inevitável fazer uma lista de grandes ícones do rock e deixar de fora Janis Joplin. Inicialmente conhecida no começo  da década de 1960 como vocalista da banda Big Brother And The Holding Company, Joplin foi um marco de sua geração  – que é lembrada por todos até hoje. O cotidiano desregrado pôs fim à vida da cantora em 1970, quando tinha apenas 27 anos – a causa da morte foi uma overdose de heroína. Entre os principais sucessos estão: Mercedes Benz, Summertime, Cry Baby e Piece Of My Heart.

Algumas citações poéticas e engraçadas também fizeram parte da curta carreira da cantora; confira algumas delas clicando aqui.