Author Archive for Lucas Pastore

28
jun
09

Tributo a Michael Jackson

É com grande pesar que dou adeus definitivamente ao maior ícone pop da história. Como grande fã de Michael Jackson que sou, só posso lamentar o falecimento da estrela, e agradecer o grande legado musical que deixou.

Quando grandes artistas da música deixam nosso mundo, é tradição a realização de um show em seu tributo – foi assim com nomes domo Freddy Mercury, Marvin Gaye e Raul Seixas. Portanto, como forma de homenagem, crio aqui um show fantasioso ao Rei do Pop, sugerindo artistas que poderiam interpretar sua voz. Segue a lista:

Alien Ant Farm – Smooth Criminal

A boa versão rock n’ roll do hit de Micheal Jackson poderia abrir o show. A banda colocou uma guitarra pesada no lugar da linha de baixo original da canção, agregando uma força bacana para a música. Uma boa pedida para abrir o show; levantaria o público presente.

Fall Out Boy, John Mayer e Eddie Van Halen – Beat It

Outra barbada do show seria a presença do Fall Out Boy tocando sua versão  pop rock de Beat It, que ficou interessante. John Mayer participou da gravação com um belo solo de guitarra. No show, Van Halen – compositor original do riff da música – poderia dar as caras em uma apresentação especial.

Olodum e Negra Li – They Don’t Really Care About Us

Porque não sonhar com uma participação brasileira no show? Os baianos do Olodum poderiam mostrar a potência de sua percussão, já exposta na versão original da música, mas dessa vez aliados à bela voz de Negra Li,  talvez hoje o grande nome da nossa black music.

Joss Stone, Jay-Z e Slash – Black or White

Para cantar Black e White, nada melhor que Joss Stone, a loirinha que tem a voz e o groove dos grandes artistas negros. Além dela, Jay-Z, na minha opinião o grande rapper da nossa geração, poderia cantar o rap original da música, ou até mesmo fazer alguns versos para a homenagem. Slash, que, na versão original, dedilha sua guitarra, também poderia dar as caras.

Diana Ross – Rock With You

Micheal Jackson declarou que Diana Ross era sua principal referência no mundo musical. Assim, a cantora jamais poderia faltar em um tributo ao Rei de Pop. Sua belíssima voz conseguiria passar todo o romantismo do hit de Micheal.

Janet Jackson – Don’t Stop ‘Till Get Enough

A irmã bem sucedida de Micheal não pode faltar em uma eventual homenagem ao ídolo. Talentosa, ela poderia arriscar cantar Don’t Stop ‘Till Get Enough, canção fácil de adaptar ao timbre de voz da cantora.

Steve Wonder – The Way You Make Me Feel

Nada mais justo do que um dos maiores nomes da história da black music cantar uma das mais deliciosas canções de Micheal Jackson. A emoção que Steve Wonder consegue passar quando canta seria perfeita para cantar a romântica canção.

Boyz II Men – Blame It On The Boogie

O grupo, que fez bastante sucesso no mundo da black music na década de 80, poderia usar todo o seu talrnto vocal para cantar o sucesso do grupo Jackson 5, matando as saudades dos fãs mais antigos de Micheal.

Ne-Yo – Wanna Be Starting Something

Outro cantor e produtor da nossa geração que tem influência direta de Micheal Jackson na sua música, suas danças e sua vestimenta. Ne-Yo poderia cantar Wanna Be Starting Something, que ficaria legal na sua voz.

Chris Brown – Bad

Para cantar Bad, do que Chris Brown, que, assim como Usher, tem clara influência de Micheal Jackson em sua música. O jovem cantor recentemente ganhou fama de Bad Boy após agredir sua namorada Rihanna, e caberia direitinho na proposta da música.

Usher – Billy Jean

Não podemos negar que a carreira musical de Usher é totalmente influencia da por Micheal; seu estilo, suas danças e até o modo de se vestir remetem ao Rei do Pop. Por isso, seria interessante vê-lo cantando e dançando Billy Jean, um dos maiores sucessos de sua referência.

Justin Timberlake – Thriller

Cantar o maior hit de Micheal Jackson seria um meio de Justin Timberlake assumir a responsabilidade de maior ícone pop da nossa geração. Talento para isso ele tem – não tanto quanto o Rei, que claramente influenciou sua carreira solo – mas ele me parece pronto para receber o fardo. Encerraria o show com chave de outo!

08
jun
09

Dica de segunda – Boyz II Men

Nathan Morris, Michael McCary, Shawn Stockman e Wanya Morris compõem a formação original do quarteto que pode ser considerado um dos últimos grandes orgulhos da gravadora Motown. O Boyz II Men, quarteto advindo da Filadélfia, é uma das principais referências do R&B e do Soul da década de 1990.

Aí estão os Boyz II Men

O grupo, apesar de ter pouco apelo popular, é considerado também uma das maiores inspirações das Boy Bands da década, como Backstreet Boys, N’Sync, Five e Westlife, que, assim como o Boyz II Men, coreografavam seus hits mais dançantes. Mas, cá entre nós, o abismo de qualidade musical é indiscutível.

Além disso, os Boyz II Men têm algumas baladinhas românticas e algumas gravações a capella que provam sua qualidade vocal. Abaixo, segue uma lista multimídia de sucessos do grupo:

Veja abaixo o vídeo do contagiante sucesso Motownphilly:

Ouça também outras músicas dos Boyz II Men:

untitled

07
jun
09

Rock + rap; bom casamento ou som comercial?

É difícil vermos fãs aficionados tanto do bom e velho Rock n’ Roll quanto do Rap, uma das mais populares manifestações da black music. Em muitas vezes, existe um preconceito de um gênero com o outro, principalmente dos fãs do primeiro em relação aos do segundo estilo musical. Mas, para os raros amantes dos dois estilos musicais, algumas parcerias enchem os olhos.

O casamento do Rock com o Rap tem seu primeiro grande episódio na música Walk This Way, gravada em conjunto pela consagranda banda Aerosmith e pelo trio de rappers Run D.M.C.

Confira abaixo o vídeo da contagiante música, que mistura os riffs da guitarra com as batidas do rap:

Mais recentemente, essa parceria atingiu o auge das paradas quando Jay-Z e Linkin Park gravaram um CD juntos, misturando letras e bases da banda com as batidas e as frases do rapper. A combinação fez sucesso principalmente graças à mistura de Encore, de Jay-Z, com Numb, do Linkin Park.

Confira abaixo o vídeo do maior hit da parceria:

Hoje em dia, parcerias são mais comuns. Um dos grandes ícones do Pop Rock da nossa geração, John Mayer fez participação especial em uma música bônus de um CD do rapper Kanye West, gravando o refrão de Bittersweet. Uma prova de que a parceria pode dar bons resultados.

03
jun
09

Rock in Rio de volta em 2011

Roberto Medina deu a melhor notícia possível para os fãs de rock brasileiros. O festival de música mais querido do nosso país, o Rock in Rio, estará de volta ao Brasil, e mais cedo do que o esperado. Serão três noites; uma destinada ao pop rock, uma ao heavy metal e uma ao indie rock.

Ele vai voltar!!!!

Inicialmente, Medina gostaria que a nova edição brasileira do evento acontecesse em 2014. Porém, como coincidiria com a Copa do Mundo no país, ele acatou um pedido da prefeitura do Rio de Janeiro para antecipar o evento em três anos. Ou seja, o próximo Rock in Rio Brasileiro é uma questão de meses!

Aqueles que têm dinheiro na conta e que não aguentarão os dois anos de espera podem, já no ano que vem, visitar a edição portuguesa, que acontecerá nos dias 21, 22, 27, 28 e 29 de maio, ou prestigiar o festival em Madrid, que acontece uma semana depois. A curiosidade da festa na Espanha é que uma eleição irá escolher as 40 atrações do evento.

20
maio
09

Tocando por mudança

O produtor Mark Johson teve a interessante idéia de aliar música de qualidade e projetos sociais em uma empreitada ousada e interessante. A princípio, ele saiu pelo mundo gravando artistas de rua e mixando o material obtido em uma faixa única, algo como uma linha de montagem internacional. Hoje, o Playing for Change – Peace Through Music é um projeto multimídia mundialmente conhecido, inclusive já tendo feito shows pelo planeta.

O primeito hit do produtor e de seu exército de artistas de rua foi o imotalizado sucesso Stand By Me, composto e intepretado, inicialmente, por Ben E. King, mas que ganhou versões mais famosas com nomes como Marvin GayeThe Fugees.

Confira abaixo os artistas do Playing for Change intepretando o hit Stand By Me:

O sucesso continuou com a não menos empolgante intepretação de Let’s Don’t Worry. Confira a seguir:

Mais tarde, foi a vez de One Love, sucesso do imortal Bob Marley. Ouça, aqui no RRT:

Para mais informações e vídeos sobre o projeto, consulte o site oficial do projeto.

14
maio
09

Dica da locadora – Space Jam

Não exagero nem um pouco ao afirmar que Space Jam é minha animação predileta. Grande fã do basquetebol e do humor de pernalonga e companhia, o desenho animado/filme traz cenas indispensáveis ao fã de cinema que, assim como eu, combina os dois gostos.

Space Jam conta a história de invasores de um planeta que, comandados por um tirânico ditador, tentam levar os Looney Tunes para o gigante parque de diversões de sua terra natal. Diante da baixa estatura dos invasores, a turma de pernalonga os desafia para uma partida de basquete, sem saber que os alienígenas tinham o poder de roubar o talento das estrelas da NBA.

Aos Tunes, resta recorrer ao lendário Michael Jordan, que, na época jogador de baseball, passou imune aos olheiros de outro planeta. A partir daí, começa a saga Jordan e Tunes x extraterrestres. Duelo imperdível para todas as idades!

Além de divertido, o filme conta com uma trilha sonora de dar inveja. Grandes nomes da black music, como Seal, Barry White, Jay-Z e R. Kelly, dão as caras e colocam suas músicas no longa. Vale a pena dar uma conferida!

Playlist

03
maio
09

Celibato na moda

Esse post é uma grande brincadeira. Por favor, não levem a mal, leitores!

A cantora e atriz Miley Cirus, 16 anos, estrela da obra de arte cinematográfica Hannah Montana, disse, em entrevista ao jornal Daily Mail que tem a intenção de se casar virgem. Sorte do namorado dela, um modelo de 20 anos, que pode ter uma esposa pura e íntegra para toda a eternidade.
O coitado do namorado de Miley vai ficar sem até casar

O coitado do namorado de Miley vai ficar sem até casar

Jonas Brothers, um trio de irmãos que decidiu que não quer transar.

Jonas Brothers, um trio de irmãos que decidiu que não quer transar.

Na entrevista, a cantora usou as seguintes palavras: “Eu quero manter minha virgindade até o casamento. Eu cresci em uma família cristã”. Finalmente um alento para os pais, que não devem aguentar mais suas filhas ouvindo as músicas da personagem intepretada pela cantora.

A iniciativa parece semelhante à do trio Jonas Brothers, também advindos de um seriado da Disney, que usam, cada um, um anel para demonstrarem sua castidade. Ou seja, um trio de adolescentes bonitos, ricos e famosos e que não podem fazer sexo. Faz todo o sentido, não?

Quem também entrou na dança da seca foi a cantora inglesa Lily Allen, que adora uma polêmica. Em entrevista ao jornal The Sun, ela disse que pretende ficar sem fazer sexo para melhorar a qualidade de suas letras… entenderam?

Lily Allen quer melhorar suas letras encarando uma seca daquelas!

Lily Allen quer melhorar suas letras encarando uma seca daquelas!

Lily disse que “É bom sair da zona de conforto e se testar. Vou ver como vai ser por um período. Não coloquei uma data limite para isso”. É cada uma que me aparece…